Após desistência da Globo, TV A Crítica se pronuncia sobre transmissão do Festival de Parintins. Veja:

 Em editorial publicado nas redes sociais oficiais e site, a emissora amazonense falou sobre o ocorrido.

Foto: Divulgação 

A TV Globo decidiu não transmitir o Festival de Parintins deste ano, que acontece nos dias 28 e 29 de junho na Amazônia. Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, 13, a emissora afirmou que não conseguiu chegar a um acordo com a detentora dos direitos de exibição do evento. A TV a crítica por sua vez se pronunciou de forma oficial em seus meios de comunicação. Veja abaixo:

"A CRÍTICA, de forma transparente com a sociedade amazonense e brasileira, e com todo seu amor por Caprichoso e Garantido, vem a público esclarecer os fatos relacionados à transmissão do Festival Folclórico de Parintins.


Desde o início de maio, após termos recebido com surpresa o anúncio de que a Rede Globo faria a transmissão do evento este ano em alguns de seus veículos, sem que ainda houvesse negociações abertas naquele momento, passamos a ter uma respeitosa conversa para viabilizar esta divulgação ainda mais ampla do maior produto cultural de nosso Estado.


A CRÍTICA, empresa genuinamente amazonense, entende a importância do Festival de Parintins para o nosso Estado, nossa Cultura, e acima de tudo, para a nossa gente.


Durante estas tratativas, abordamos este assunto de uma forma que, temos certeza, nenhuma outra empresa deste porte trataria. A CRÍTICA abriu mão de qualquer ganho financeiro extra, concordou também em ceder, de forma gratuita, toda a produção para gerar o sinal, arcando com todos os custos de sua estrutura técnica e a expertise dos mais de 120 profissionais envolvidos em nossa longa cobertura, para que o Grupo Globo fortalecesse ainda mais a divulgação do Festival Folclórico de Parintins, algo que tanto prezamos e lutamos há décadas. 


Mesmo com todos os esforços, não houve acordo momentâneo entre as empresas por conta dos objetivos futuros de cada uma das partes.


Importante mencionar que durante toda a negociação, fomos tratados de forma profissional por parte do maior grupo de comunicação da América Latina. Valorizamos o respeito e a maneira digna com que as tratativas foram conduzidas, o que infelizmente não aconteceu em âmbito local.


Sem os atropelos, pressões e arroubos autoritários que marcaram as atitudes iniciais por parte dos envolvidos no Amazonas, temos certeza que poderíamos chegar a um acordo satisfatório para todos os lados, o que sempre foi o nosso maior desejo. 


Ao mesmo tempo que agradecemos a Globo pelas negociações, reforçamos que vamos abrir negociações com outras empresas do mercado televisivo para seguir ampliando o alcance do Festival de Parintins, algo que fazemos de forma pioneira e responsável desde 1988.


"A CRÍTICA seguirá de mãos dadas com o Festival Folclórico de Parintins e convidamos você a acompanhar conosco todas as emoções na íntegra da maior festa folclórica do mundo nas treze capitais do País em que hoje nos fazemos presentes, e não somente em cinco, e de forma gratuita para o Brasil e para o mundo em nosso canal do YouTube."

Por: Rádio Carapanã

Fonte: acrítica.com

Nenhum comentário

Imagens de tema por 5ugarless. Tecnologia do Blogger.